sexta-feira, 28 de abril de 2017

Copa do Nordeste – Com torcida única e um jogador a mais na maior parte do jogo, Vitória vence o Bahia de virada no Barradão

Jogo de volta será no próximo domingo, 30, na Arena Fonte Nova. Empate classifica o Vitória, triunfo simples por 1 a 0 garante vaga ao Bahia,


Leão vence a primeira das semifinais da Copa do Nordeste | Foto: Betto Jr Correio
Na primeira parida da semifinal da Copa do Nordeste se enfrentaram na noite desta quinta-feira, 27, no Barradão, Vitória e Bahia e o Leão levou a melhor, depois de começar o jogo perdendo com gol sofrido aos 4 minutos, ganhou motivação com a saída de Hernane aos 18 minutos por contusão e a expulsão de Gustavo seu substituto menos de 3 minutos depois, quando disputou uma bola com o zagueiro Kanu, deixou o cotovelo no rosto do defensor rubro-negro que usou a velha tática de cair rolando no gramado e conseguiu sensibilizar o árbitro que expulsou o atacante tricolor aos 19 minutos do primeiro tempo.
O Vitória chegou ao empate ainda no primeiro tempo depois de uma falha da zaga e do goleiro Jean que Euller foi inteligente para empatar, e a virada rubro negra aconteceu aos 6 minutos do segundo tempo, quando o Vitória cobrou o terceiro escanteio consecutivo, um bate rebate na pequena área, a bola sobrou pra André Lima mandar para o fundo da rede.

Allione fez grande partida pelo Bahia, até chutou bola no travessão | Foto: Betto Jr Correio
O resultado colocou o Vitória numa condição de poder empatar no jogo de volta que vai acontecer no próximo domingo na Arena Fonte Nova, em mando de campo do Bahia e assim como aconteceu no Barradão nesta quinta, quando teve apenas torcedor rubro negro, será a vez da torcida tricolor ocupar todos os espaços da Fonte.O placar simples de 1 a 0 garante o Bahia na final da Copa do Nordeste.
O jogo
A partida começou com chuva e empurrado pela sua torcida o Vitória saiu logo em busca do gol e nos primeiros três minutos já tinha chegado duas vezes na área do Bahia, mas o Tricolor foi quem se deu melhor na primeira vez que foi a área rubro negra.
No quarto minuto de jogo escanteio para o Bahia, Edson sobe mais alto que todo mundo e manda de cabeça para o fundo das redes. O Vitória não queria decepcionar seu torcedor que silenciou depois do gol e saiu em busca do empate.

Bahia perdeu Hernane aos 17 minutos por contusão e seu substituto Gustavo menos de três minutos depois por expulsão | Foto: Betto Jr Correio
Aos 15 minutos o Bahia perdeu Hernane Brocador por contusão. O atacante Tricolor entrou duro numa jogada em cima de Devid, mas acabou levado a pior, levou o cartão amarelo e não conseguiu voltar para o jogo sendo substituído por Gustavo, isto aos 17 minutos. Mas Gustavo nem bem tinha tocado na bola, aos 19, numa dividida com Kanu, Gustavo entrou duro e deixou o cotovelo no rosto do zagueiro do Vitória que valorizou a jogada e o árbitro levantou o vermelho direto.Gustavo não acreditou o que viu e a expulsão bastante reclamada pelo Bahia provocou um confusão generalizada no gramado, inclusive com invasão dos jogadores reservas dos dois times.
Bahia sem atacante de área permitiu que o Vitória crescesse no jogo, mas o Esquadrão poderia ter ampliado. Aos 28 Armero avançou em contra-ataque. Colombiano lançou para Allione, que tenta de cobertura na entrada da área, mas manda para fora. Aos 31 Bahia avançou com perigo mais uma vez, e Régis chutou forte, mas Fernando Miguel defende de manchete.
Aos 37 o Leão chegou ao empate. Bola na entrada da grande área, zaga tricolor rebate errado e cai na direção de Euller cabeceou cobrindo o jovem goleiro Jean que saiu precipitado do gol.
Aos 39 Guto Ferreira tirou Régis e colocou Zé Rafael, substituição que poucos entenderam. Aos 40 quase a virada do Vitória, Willian Farias arrisca de fora da área e manda um foguete no travessão de Jean que estava mal colocado. A bola bate em cima da linha e volta para o campo de jogo.
Aos 42 foi a vez do Bahia assustar o Vitória. Allione bateu de fora da área e também acertou o travessão. No rebote, Kanu mandou para fora cedendo o escanteio.
O último lance do primeiro tempo foi ataque tricolor.Bahia chega com perigo mais uma vez. Zé Rafael bate de dentro da área, e Fernando Miguel defende. Primeiro tempo termina empatado em 1 a 1.
Segundo tempo
O Vitória com um jogador a mais em campo, jogando no Barradão, só com sua torcida apoiando, só restava sair o mais rápido possível em busca do segundo gol. E foi só pressão por parte do Vitória, depois de três escanteios seguidos o rubro negro chegou ao segundo. A bola sobrou dentro da área para André Lima. Atacante bate na pequena área, a bola ainda resvala em Jean e entra no gol aos 6 minutos.
O jogo continuou bastante movimentado no segundo tempo, o Vitória com maior posse de bola, mas o Bahia saia com mais perigo nos contra-ataques. Aos 15 Zé Rafael e Edigar Junio tabelam na entrada da área, Zé Rafael espera até o último momento para concluir, mas bate por cima do gol de Fernando Miguel perdendo a grande chance do empate.
O jogo continuou movimentado, mas não com muitos lances de perigo. Aos 40 minutos se repetiu o apagão numa torre no Barradão assim como já tinha acontecido contra o River do Piauí pela mesma competição e partida foi paralisada por mais de 10 minutos.
Com a iluminação restabelecida, o árbitro deu mais 7 minutos de jogo, mas não foi suficiente para mudar o placar.
Redação CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário