terça-feira, 4 de julho de 2017

Tradicional “Chora Bananeira” encerra o São Pedro em Andorinha

Chora bananeira é uma simbologia a musica de Jacinto Silva reagravada por vários artistas em homenagem aos santos festejados em junho.


Portal de entrada de Andorinha para quem chega de Senhor do Bonfim
Os festejos de São Pedro em Andorinha, município localizado no território do Piemonte Norte do Itapicuru, foi realizado em três áreas para apresentação dos artistas, ou seja, na Praça Rubens Alves, Praça de Eventos e na localidade de Caldeirão da Vaca, distante 02 km da sede onde acontece o tradicional “Chora Bananeira”.
Segundo o ex-prefeito Agileu Lima da Silva (PT), um ônibus com um potente sistema de som semelhante a um trio elétrico cuidou de puxar um arrastão nas primeiras horas desta segunda-feira,03, até a comunidade de Caldeirão da Vaca que fica as margens da BA 220, trecho que liga a cidade de Andorinha a Senhor do Bonfim.

Festa de tradição forte atrai folião de várias cidades da região
“Este movimento foi crescendo e em 2012 durante meu mandato de prefeito, resolvi colocar um palco e contratar uma banda, com isso o “Chora Bananeira” se estabeleceu com uma festa do calendário municipal e os prefeitos que me sucederam mantiveram a festa.Só precisa ser melhorada”, falou o petista.
Chora bananeira é uma simbologia a musica de Jacinto Silva reagravada por vários artistas em homenagem aos santos festejados em junho. Sebastião Jacinto da Silva, de nome artístico Jacinto Silva, natural de Palmeira dos Índios, foi um cantor e compositor brasileiro, mestre de coco de roda e ao longo da carreira gravou 24 LPs e dois CDs
Redação CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário