quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Briga entre parentes provoca suspensão temporária de júri em Bonfim





Briga chamou atenção de populares (Foto enviada através do WhatsApp)
Uma briga entre parentes de vítima e réu causou a suspensão temporária de um júri popular que está acontecendo nesta terça-feira (01), em Bonfim. Segundo informações da polícia, familiares das partes envolvidas no júri se encontraram em uma lanchonete que fica nas proximidades do Fórum Desembargador Edgar Simões, quando se desentenderam dando início à confusão.
Um dos envolvidos na briga saiu correndo em direção à Praça Nova do Congresso, sendo contido por um policial à paisana, que chegou a disparar dois tiros para o alto. A polícia foi acionada e conduziu o rapaz para delegacia. O Samu foi acionado, mas ninguém ficou ferido.

O júri foi suspenso temporariamente pelo seu presidente, Dr. Teomar Almeida Oliveira, mas foi retomado alguns minutos depois. O julgamento refere-se ao caso do assassinato de Daniel de Castro Alencar, conhecido como Daniel da Cesta Básica, morto a golpes de faca, fato ocorrido no dia 29 de junho do ano passado, na estrada que liga Caatinguinha a Itapicuru, no interior de Bonfim.
São acusados de matar Daniel, João Carlos dos Santos Ferreira e Elionai da Silva Antidio, mais conhecida como Raquel. Eles foram presos em Minas Gerais, no dia 2 de setembro. Clique aqui e relembre a prisão do casal.
Somente Elionai participa do júri, já que o outro acusado, José Carlos, fugiu do Complexo Policial de Senhor do Bonfim, na madrugada da última segunda-feira. Mesmo estando ausente, ele poderá ser condenado e ter sua pena agravada por causa da fuga.
*BLOG DO ELOILTON CAJUHY

Nenhum comentário:

Postar um comentário