domingo, 6 de agosto de 2017

ESPORTES: Vitória cala Ilha do Urubu e vence Flamengo por 2×0

Com o resultado, o time do técnico Vagner Mancini chegou aos 19 pontos e ficou mais perto de deixar a zona de rebaixamento
                                      Foto: Flamengo/Divulgação

Na manhã deste domingo (6), o Vitória foi até a Ilha do Urubu e calou mais de 16 mil flamenguistas, ao vencer o jogo por 2×0. Com o resultado, o time do técnico Vagner Mancini chegou aos 19 pontos e está se distanciando cada vez mais da zona de rebaixamento.
Parecia que o primeiro tempo seria difícil para o Vitória. E foi. Com apenas um triunfo nas últimas seis rodadas, o Flamengo entrou em campo com sangue no olho. Logo no primeiro lance do jogo, Geuvânio tabelou com Éverton Ribeiro tropeçou e enfeitou ao cair na área. Ele pediu pênalti, mas o árbitro mandou seguir.
O Vitória apostou uma postura defensiva e viu o Flamengo ficar com a bola no pé na maioria da primeira etapa. Levou sufoco ao ver Vizeu obrigar Fernando Miguel a espalmar uma bola chutada da entrada da área, e gelou quando Diego mostrou sua habilidade ao cobrar falta que beijou a trave do Leão.
O primeiro lance de perigo que nasceu dos pés do Vitória foi aos 16 minutos, quando o colombiano Santiago Tréllez tocou para David, que bateu rasteiro e viu a bola passar por todo mundo e se perder pela linha de fundo.
A postura do Vitória foi arriscada. Fernando Miguel passou por maus bocados n primeiro tempo, quando viu um festival de gols perdidos pelos cariocas, em jogadas de Everton, Diego e Vizeu.
Apesar do sufoco, o time de Vagner Mancini não se intimidou. Kanu ensaiou uma cabeçada, o Flamengo respondeu com uma bolada no peito de Fernando Miguel, após chute forte de Everton. Aos 40, o ditado “quem não faz, leva” entrou em ação.
Se o Flamengo teve muitas chances e desperdiçou, o Vitória teve apenas três. Na terceira, brocou. Aos 40 minutos, Willian Arão vacilou e chutou a bola nos pés de Yago, que dominou e, de direita, mandou uma bomba no ângulo de Diego Alves: 1×0.
No segundo tempo, o Flamengo apelou. Pediu pênalti onde não existiu mais uma vez, mas o choro não convenceu o árbitro. Com o emocional abalado, o Flamengo se perdeu em campo. Bom pro Leão que, além de não ter nada a ver com isso, ainda fez o segundo gol.
Aos 20 minutos, Tréllez recebeu na área e, quando armou o chute, foi derrubado por Réver. O árbitro marcou o pênalti. Com categoria, Neilton deu uma paradinha e cobrou no cantinho do goleiro Diego Alves.
O Flamengo ainda tentou empatar com jogada perigosda pela direita, com Berrío, mas Fernando Miguel estava inspirado e fez uma defesaça.
Com domínio do jogo, o Leão se preservou e não foi tanto ao ataque. Conseguiu administrar o resultado e, sem grandes sustos, somou mais três pontos. O Flamengo ainda chegou a fazer um gol no último minuto de jogo, com Berrío, mas o jogador cometeu falta em Wallace antes de finalizar e o árbitro anulou.
O Vitória venceu o segundo jogo seguido, feito ainda não alcançado no Brasileirão deste ano. Na próxima rodada, o Vitória tem tudo para colocar mais três pontos na conta. No sábado (12), o rubro-negro recebe o Avaí, no Barradão, às 19h. Recuperado, o capitão Willian Farias já deve poder retornar ao time. Por outro lado, o meia Yago recebeu o terceiro cartão amarelo e, suspenso, desfalcará a equipe.
*Correio da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário